Sexta-feira, 26 de Janeiro de 2007

Este meu dia!!!

Acordo … e logo sinto o frio …
Custa-me decidir sair para trabalhar …
Mas o relógio não pára … faço um último esforço e levanto-me
Espreito o dia … ainda é noite … sopra um vento de neve …
Enrosco-me no casaco de lã … e suspiro …
Com esforço arrasto-me até ao duche …
A água quente vai aquecendo o meu corpo … deixo que ela me percorra, lentamente … e de olhos fechados vejo a minha noite … sombria e tão tumultuosa …
Respiro fundo … e já me sinto mais calma …
Revejo os passos necessário do dia … as obrigações profissionais, os deveres de filha, e … não sobra mais nada…
Desejo … e cerrando os olhos mais uma vez, desejo profundamente ter um dia sereno …
Afasto as nuvens pesadas que envolvem o meu coração … e, suspiro …
Quando saio para a rua … um gelo cortante … percorre a minha cara e mãos …
O sol … encontra-se lá no alto … também ele muito esmorecido …
Dentro de poucos minutos … entro numa nova fase do dia … o barulho das crianças … o zelo profissional … as respostas às solicitações constantes …
É um período do dia em que me esqueço da solidão … do frio …
Rapidamente … porque as horas passam a voar … chega o almoço … hoje na companhia de colegas … conversas variadas e animadas … truques de cozinha e confidências … e soa o toque … mais um período de aulas …
São já 17 horas da tarde … o céu está mais escuro do que o costume … alguém comenta a possibilidade da queda de neve … sorrio distraidamente …
O meu semblante começa de novo a ganhar contornos de amargura …
Está na hora de voltar para casa …
Música: Que C'est Triste Venise

Publicado por Luminusidade às 21:35
link do post | comentar | ver comentários (14) | favorito
Domingo, 21 de Janeiro de 2007

Desilusão

 

Um desabafo ….
 
Depois de saber … na pessoa em que te tornaste …
Depois, de mais uma vez, sentir a dor da falsidade e do desrespeito …
Depois, de mais uma vez, ficar magoada e calada …
Decidi … que dizer basta não chega … o calar, magoa … o deixar que me atormentes passe a ser, verdadeiramente, passado…
Chega de mágoa e sofrimento …
O afastar não foi suficiente … é preciso apagar …
Questionei-me horas a fio … como o poderia fazer … e se tal querer poderia ser possível…
Doía só de pensar que teria de apagar, também, aquelas imagens e pensamentos maravilhosos que restavam de ti …
Doía só de questionar … o porquê que tu terias de ser apagado da minha vida …se tu foste a minha vida … e assim teria de apagar um pouco de mim …
Mas antes prescindir de um pedaço do meu ser … a ser aniquilada totalmente com o que tu és agora …
Não procuro saber de ti … bastava-me sentir que tudo estava resolvido e que cada um de nós se tinha orientado no caminho que escolheu…
Mas, sem desejar, sem o procurar… tu voltas ao meu presente e assombras o meu viver …
Não fui eu que procurei o afastamento … mas respeitei-o
Não fui eu que saiu com o desejo de ser uma nova pessoa … mas aceitei…
Porquê … agora… tu voltas a fazer parte do meu presente … envolto em desconsideração e falsidade…
Nem coragem tens para me olhares nos olhos e dizeres todas essas palavras maléficas com que me roubas a paz que tanto me custou a encontrar …
Peço-te … que não as digas a pessoas que me são tão próximas … com o intuito de que me possam chegar sob forma de navalhada …
O meu coração está já esquartejado de sobra … a caso não lembras de como me feriu a tua atitude…!!!!
Preciso de me encontrar ... preciso de me esquecer...
Sinto-me:

Publicado por Luminusidade às 20:58
link do post | comentar | ver comentários (20) | favorito
Sábado, 13 de Janeiro de 2007

Alma confusa ...

Não quero voltar a falar de solidão ….
Nem tão pouco deixar que ela repouse em mim o seu véu de dor …
Quero preencher este vazio …
Quero sentir o vento, de mansinho, na cara… o calor do sol na minha pele … o canto dos pássaros …
Quero …
Quero sentir de novo esse afecto inebriante … que nos arrasta para a doce loucura do ser e de pertencer …
Quero que o meu coração bata descompassado … que me provoque sobressalto e me deixe de respiração ofegante…
Quero receber aquele abraço … que nos aninha de felicidade … o beijo que nos queima os lábios e endoidece os nossos sentidos …
Quero a partilha dos corpos suados e lânguidos …
Amanhecer ancorada no sorriso e sentir …
Sentir que mundo me pertence … e que o dia é uma ode de alegria à paixão …
E deixar que em cada respiração, o meu corpo se rejuvenesça na esperança…
Doce insanidade que te busco incessantemente … neste meu desvario de mágoa …
Basta …
Que se calem os gritos mudos de desespero … que as lágrimas sequem … e que se acalme a intempérie do desalento …
Deixem que os meus olhos cansados de esperar … alcancem o amanhã …
Quero que os meus sentidos despontem para a felicidade …
Sinto-me:

Publicado por Luminusidade às 18:17
link do post | comentar | ver comentários (11) | favorito
Domingo, 7 de Janeiro de 2007

(...)

Hoje ... a mensagem é esta ...
Hoje ... não tenho desejo de escrever ...
Hoje ... estou demasiado triste ...
Porquê ...??
Sinto-me: Triste; Incrédula

Publicado por Luminusidade às 22:58
link do post | comentar | ver comentários (10) | favorito
Sábado, 6 de Janeiro de 2007

Senti-te ...

 

Com passo lento, deixo cair o olhar no empedrado da rua…
O meu pensamento distrai-se com as figuras geométrica que enfeitam o traçado do chão …
Quase que por brincadeira … deixo que a ponta do meu sapato coincida com a parte inferior da cornucópia que estende à minha frente …
Sinto-me totalmente alheada de tudo e de todos …
As sombras dos prédios vão desenhando recantos escuros … mais ou menos … regulares …
Tão escuros como a minha alma …
E assim … perfeita figura autómata … vou descendo a rua e dou por mim a (re)lembrar …
Aquele café domingueiro … os sorrisos cúmplices… os olhos envergonhados de quem sabe um segredo grandioso mas não ousa comentar … o rubor inocente sempre que o teu ou o meu toque se revelava mais atrevido … o abraço de presente que se recebia por cada momento de maior ou menor alegria … o olhar que entendia e sabia o que o outro estava a pensar e/ou precisar …
Sinto saudade …
Um suspiro profundo vem anunciar que devo parar com este pensamento …
Disciplino o meu espírito … olho em frente … e vejo que o dia se apaga aos poucos e poucos …
Olho para trás … ensandeci …
Quanto tempo demorei para percorrer tão poucos metros … terei parado …
terei ficado completamente estática e não me apercebi …
Deixo que um sorriso pálido anuncie o estado de plena irracionalidade vivida neste instante …
Não importa … revi (de novo) os nossos pequenos bons momentos … e senti-te mais próximo …
Bjinhos….
Sinto-me:

Publicado por Luminusidade às 21:24
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Terça-feira, 2 de Janeiro de 2007

Bom inicio de ano

Mais um novo ano se inicia e com ele as nossas esperanças …
Esperança de uma saúde melhor … de mais paz … de mais amor…
Esperança de realizar os mais pequeninos sonhos …
Esperança … de ti … de mim …
Sim … não ouso ter esperança de nós …
O nós … ficou preso num enublado passado recente …
E não me atrevo … não me arrisco a juntar esse passado ao presente que quero construir …
Esta é a minha renúncia à magoa … à dor …
Este é o meu primeiro passo rumo ao futuro … ao meu encontro…
Não te arranquei do meu coração …
Isso é impossível … será o mesmo que arrancar o meu próprio pobre coração …
Mas aninhei-te de mansinho … na calmaria dos meus pensamentos … na quietação das batidas do meu coração …
É assim… desejando-te um bom ano … desejando-te felicidade …
Que quero renascer … que quero viver a minha nova esperança …
Quero voltar a ser … a ser quem realmente sou …


Publicado por Luminusidade às 21:57
link do post | comentar | ver comentários (10) | favorito

.Mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 9 seguidores

.Dezembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.Posts recentes

. Um Santo e Feliz Natal

. Feliz 2017

. Feliz Natal

. Um ano de 2016 muito feli...

. Mensagem de Natal

. Feliz Natal e um bom ano ...

. ...

. Um feliz 2014

. Amanhã ...

. Um Feliz e Santo Natal

.Arquivos

. Dezembro 2017

. Dezembro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Dezembro 2013

. Maio 2010

. Dezembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Dezembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Junho 2006

.tags

. todas as tags

.Favoritos

. Sonhos de Abril desfeitos...

. o maior tesouro do mundo

. A mulher à beira Tejo...

.Fazer olhinhos

.Contador (27.11.06)

online
SAPO Blogs

.subscrever feeds